Opinião do Apito: Dicas Importantes para Árbitros - Relatório de Expulsão



Hoje, trago a meus nobres amigos da arbitragem e leitores aqui do blog Super Dicas de como se fazer um Relatório de Expulsão (quando se aplica CV), de forma simples e descomplicada.
Escrever, muitas vezes pode ser um dilema de muitos, exige prática e lógica.



Apitar uma partida e sair dela satisfeito com sua exibição é sempre ótimo.  Dessa forma, lhes lanço a seguinte pergunta:

O que adianta fazer um belo jogo com seu quarteto de Arbitragem se na hora de fazer um relatório, bate aquele pavor por não saber como iniciar, desenvolver e terminar um?



De forma geral, digamos que: Um relatório, simplesmente é onde trazemos os fatos inconsequentes que aconteceram na partida de futebol. Ele deve ser feito com calma, sem pressa de irmos pra casa, pois lembre-se: um  relatório se estiver mal feito, pode te colocar como um réu.
Então vamos aos exemplos de nove textos práticos como modelo para ser utilizado em relatórios:

1: JOGO BRUSCO GRAVE
Aos 39 min foi expulso o jogador de numero 5, José Silva Marinho, da equipe Mengão, por uma cotovelada no rosto de seu adversário de número 10,  Alcides Meira, em disputa de bola. Concluo que o referido adversário recebeu atendimento médico e retornou ao jogo.

2: POR CONDUTA VIOLENTA CONTRA O ADVERSÁRIO
Aos 62 minutos foi expulso o jogador de numero 3, Paulo Feijó, da equipe Guairá, por dar um pontapé nas costas de seu adversário de número 7, Renato Silva, fora de disputa. Concluo que o referido adversário recebeu atendimento médico e retornou ao jogo.

3: CONDUTA VIOLENTA E REVIDE
Aos 88 minutos foi expulso o jogador de numero 6, Leonardo Pardo, da equipe Kennedy, por agredir tocando a bola de proposito no rosto do jogador de numero 9, Andre Frits, onde imediatamente o jogador atingido revidou com um soco nos peitos por ato continuo e foi expulso também.

4: CONDUTA VIOLENTA CONTRA O ÁRBITRO E ÁRBITRO ASSISTENTE
Aos 78 minutos foi expulso o jogador de numero 2, Gerson Gaúcho, da equipe Santanna, por  agredir este árbitro com um soco, após a marcação de uma infração contra sua equipe. Só não continuou devido à intervenção de seus companheiros de equipe. Concluo que a agressão causou um sangramento no lábio superior constado pelo médico da equipe contrária.

5: CONDUTA VIOLENTA CONTRA COMPANHEIRO
Aos 90 minutos foi expulso o jogador de numero 3, Sandro Ribeiro, da equipe Dallas, por agredir seu companheiro de equipe número 4, sr. Denner Marques, com um empurrão nos peitos.

6: CUSPIR EM UM ADVERSÁRIO OU EM OUTRA PESSOA.
Aos 5 minutos foi expulso o jogador de numero 24, Pedro Medina, da equipe Força FC, por cuspir no rosto de seu adversário número 3, Max Meis.

7: IMPEDIR OPORTUNIDADE CLARA DE GOL.
Aos 2 minutos foi expulso diretamente o jogador de numero 4, Rever Teles,  da equipe Nuevo, por jogar intencionalmente a bola com a mão impedindo claramente uma oportunidade manifesta de gol.

8: POR EMPREGAR LINGUAGENS, GESTOS OFENSIVOS, GROSSEIROS E OBSCENOS;
Aos 43 minutos foi expulso diretamente o jogador de numero 14, Cleiton Bravo, da equipe Dinastia, por dirigir e gesticular ao seu adversário número 5, Aguinaldo Lima, após a marcação de uma infração com as seguintes palavras: "tinha que ser você seu filho da puta, cuzão, boiolão" mostrando o dedo médio.

9: POR RECEBER SEGUNDA ADVERTÊNCIA
Aos 85 minutos foi expulso em decorrência do segundo cartão amarelo o jogador de numero 6, Carlos Roberto, da equipe Atlas, por atingir com um pontapé o joelho direito de seu adversário de numero 9, Romário Neves, na disputa de bola.

Espero que tenha colaborado de forma positiva,  pois a boa arbitragem não é apenas em curso ou no momento que você vai apitar: ela começa antes do jogo, durante o jogo e prevalece depois. Treine em casa, crie situações e seja CURTO, GROSSO e OBJETIVO. Não elabore, relatórios com omissões motivadas e deixe de lado subjetividades. Assim nunca deixará portas abertas para os infratores serem absolvidos.

Fique a vontade para comentar o texto no respectivo espaço abaixo.

Obrigado por sua leitura.
#ArbitragemNaVeia #OpiniãodoApito

De: Jefferson Rodrigues.

9 comentários:

  1. Excelente material Jhefferson Rodrigues, parabéns muito bom mesmo, vai ajudar muitos árbitros a como fazer um relatório e vai ajudar muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a verdadeira intenção ajudarmos uns aos outros da Arbitragem e aos simpatizantes do esporte a entender as regras. Obrigado amigo pelo comentário. Agradeço o acesso em nome de todos os colunistas do Blog Além do Apito.

      Excluir
  2. Por um momento achei que eu seria citado em algum caso kkkk muito legal parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu nome, por gentileza? Não estou conseguindo lhe identificar.

      Excluir
    2. Agradeço pelo seu comentário amigo. Ser expulso faz parte do futebol. É um regra como todas que temos na vida. Agradeço por sua participação na coluna e no esporte pois a Arbitragem precisa de você e você precisa de nós. Assim juntos fizemos este magnífico esporte chamado futebol. Muito obrigado e uma boa semana.

      Excluir
  3. opinião no inicio do relatório ''Aos 85 minutos foi expulso'' com cartão vermelho direto ou pela segunda advertência de cartão amarelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Como cita o próprio Item 9 -Por Receber segunda advertência, ou seja, segundo CA ( CA + CA = CV).
      Caso não seja esse item que se refere, favor nos informar.

      Excluir
    2. Agradeço o comentário amigo.
      Se seu comentário é sobre o relatório N 9 foi por segundo CA. Como diz ali "Em decorrência do segundo CA"
      Significado de Decorrência (ato ou efeito de decorrer ('suceder'); consequência) espero que tenha ajudado. Qualquer coisa entre em contato pelo wats. Terei o prazer de ajudar. (55+519 96355179)

      Excluir
  4. Parabéns muito bom bem claro e transparente, vai ajudar muito principalmente quem está iniciando sua carreira na harbitragem.

    ResponderExcluir

Links Recomendados