Opinião do Apito: O Início do Jogo no Futebol 7 (Sete)


            O nascimento de uma criança, a primeira palavra, os primeiros passos, primeiro trabalho, a primeira namorada, tudo faz parte de um início. O início representa tudo, seja numa apresentação, vida ou jogo. Neste momento já sabemos como vai ser mais ou menos o levar da carruagem.
            O início de um jogo de futebol também demonstra muito de como vai ser uma partida de futebol, por este motivo hoje vamos falar da regra 06 (seis), "Início do jogo" do futebol 7 (sete), pela regra da Confederação Brasileira de Soccer Society.
            Como todos nós sabemos a moeda (Toss), tem que estar sempre conosco para sorteio inicial. E a regra nós diz:
_O vencedor cabe à escolha do lado que irá defender, e a equipe perdedora do sorteio terá o direito a saída de bola.
Obs: Caso haja prorrogação da partida, devidos regulamento da competição, será realizado novo sorteio.

            A partida terá início, após autorização do Árbitro e a bola deverá estar imóvel no centro do campo, podendo toca lá para qualquer direção.

            Não valerá gol DIRETAMENTE de início, reinício ou após a marcação de um gol.
            Todos os atletas devem estar em seu campo de defesa atrás da linha de saída.

            Após o intervalo as equipes devem trocar de lado, caso não ocorra a inversão, quando da descoberta, a partida deve ser interrompida somente na consignação de um gol ou arremesso lateral.
• No caso de consignação de um gol, as equipes trocam de lado, e reinicia a partida com saída de bola, pela equipe que sofreu.
• No caso de arremesso lateral, as equipes trocam de lado, reinicia a partida na linha central, pela equipe que estava de posse de bola em arremesso lateral.
• E tudo que ocorreu, até então, terá validade.

            Caso não ocorra a troca de lado dos atletas postados nos bancos de reservas, a partida não deve ser interrompida para regularização.

            Quando das bolas de início e reinício de jogo, ou após marcação de um gol o atleta deve colocar a bola em jogo, no máximo, em 05 (cinco) segundos, caso contrário será punido com infração pessoal, porém sem perder a posse de bola.
            Por qualquer infração a esta regra a saída será repetida.
           
            Esses são alguns itens a serem cuidados na regra 06 (seis), "Início do jogo" a onde temos que ficar atentos sempre e não poupar cartão, mesmo que seja na primeira falta. Abrir brechas no início do jogo é perigoso, principalmente para o decorrer da partida, pois uma brecha, acaba abrindo condições, para outras infrações mais graves.

"Arbitragem segura é a melhor arbitragem,  onde a mesma cuida de quem quer jogar e puni os infratores."

De: Jhefferson Rodrigues.

Opinião do Apito: Viver Bem é estar de Bem Consigo Mesmo


            Vivemos em um mundo corrido, cheio de tarefas, sonhos e desafios. Compartilhar a atenção com a família, trabalho e algo muito difícil no século XXI. Cada vez mais, o mundo exige de nós e não conseguimos cuidar de nós mesmos. Alimentação, saúde, exercícios físicos, noites bem dormidas,  são fatores que cada vez mais sai do nosso cotidiano.
            Nutricionistas, sempre falam e nos orientam que devemos cuidar da alimentação, e nosso alimento tem que ser bem colorido e saudável, mas hoje, gostamos de tudo fácil, pizza, xis, batata frita, hambúrguer, ala minuta é muito mais fácil pedir do que cortar umas cenouras e uns tomates. É bom, eu sei!
            Nosso corpo precisa de nutrientes, precisa descansar no mínimo oito horas por dia. Olhar série, mexer no computador, jogar vídeo game e sair para festa, tudo isso é muito bom, mas também, precisamos descansar, para manter o corpo, com um nível alto de estamina (vigor ou a capacidade de resistência)  e o cérebro trabalhando normalmente.
            A excelência para prática do serviço em questão é praticar, estudar, ficar por dentro de tudo da sua função, até nos míseros detalhes. As vezes, basta um piscar de olhos, para passar a oportunidade ou fazer uma burrada.
            Excesso de confiança é um dos fatores, que podem também nos atrapalhar no nosso desenvolvimento e crescimento profissional. Por achar que é o melhor que sabe tudo, deixa de estudar, buscar mais informações e estar sempre se qualificando. Quantas vezes, você já, ouviu alguém dizer: " O que seria este serviço sem mim." ou um patrão falar: " Ninguém é insubstituível."
            É isso, que quero que você entenda, que seu amor, estudo, comprometimento, nunca pode para você, ter um limite, tem que estar sempre buscando mais.



Então:
• Respeite seu corpo e durma o essencial;
• Cuide do seu organismo e coma coisas saudáveis;
• Sempre pratique exercícios e tenha uma vida saudável.

"Cuide de você e de quem você ama, porque a onde se tem amor, se tem tudo."
Jhefferson Rodrigues.

"Quem ama cuida e não desiste tão fácil.  Por mais que passamos por vários obstáculos não desisti esse é o verdadeiro sentido da vida esse é uma das alternativas que temos. Para que o verdadeiro amor  Flua naturalmente !''
Jeniffer Kelly.


            Esse texto foi escrito não somente para ser mais um simples post, mas sim foi feito, para todos que busquem  uma vida saudável e um crescimento profissional em qualquer área, pois tudo é dedicação.

De: Jhefferson Rodrigues.

Opinião do Apito: Arbitragem Feminina


            A competência, não tem idade, nacionalidade, cor e nem sexo. A competência vem do estudo e do esforço de cada um, por aquilo que deseja.
            Léa Campos, a primeira mulher a ser árbitra no mundo, provou isso para todos, mostrando sua força de vontade de ser arbitra de futebol em um mundo que era na época, somente para homens.
            Imagina se Léa Campos desistisse no primeiro obstáculo. Imagina se Léa  escutasse e desse bola para o que os outros diziam. Mulheres, sempre foram batalhadoras, guerreiras, conquistadoras e nunca nada foi fácil.
            Nomes como Regildenia de Holanda Moura e Débora Cecília do futebol de campo, Renata Leite FIFA do futsal e até mesmo a alemã Bibiana Steinhaus que apita a primeira divisão do campeonato Alemão a "Bundesliga", são outros grandes exemplos da atualidade de que o esforço, dedicação, estudo e principalmente o amor pela arbitragem, supera qualquer obstáculo. Claro que, poderia passar o dia aqui citando nomes, porém citamos acima estes para exemplificar.
            Então, para novas mulheres do apito o que digo para vocês é que, não deixe o mundo te abalar, e siga em frente, pulando cada obstáculo, porque se está difícil é porque você está no caminho certo.
            Eu sei que às vezes dá vontade de desistir de tudo, mas o que é fácil nesta vida?
            Por isso, através deste pequeno texto de incentivo, venho convidar todos a irem ao Simpósio Nacional de Arbitragem feminina, que será realizado dia 23 e 24 de Novembro em São Paulo, onde queremos empolgar todas as mulheres do apito para fazer história hoje, amanhã e sempre.

Quer saber do que estou falando? Leia os posts abaixo:

Notícia na Mira: Vem ai o II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina - https://blogalemdoapito.blogspot.com/2019/05/noticia-na-mira-vem-ai-o-ii-simposio.html

Notícia na Mira: Estão abertas as Inscrições para o II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina - https://blogalemdoapito.blogspot.com/2019/06/noticia-na-mira-estao-abertas-as.html


Concluindo!
            Arbitragem feminina já é uma grande verdade, uma gigante competência e qualidade nos gramados pelo mundo a fora. E o que queremos é que em um futuro mais próximo, próximo mesmo, uma árbitra apitando muitos jogos na primeira divisão do campeonato Brasileiro e quem sabe, mais adiante, até uma copa do mundo.
            Contamos com você já, hoje mesmo, para correr atrás do que te pertence, a glória!

Na foto, Arbitra Assistente Paulista - Diva M. B Anjos

De: Jhefferson Rodrigues.


Opinião do Apito: O Árbitro e sua Arte de Pensar


Festa, cinema, musica, teatro é isso que um campo de futebol demonstra entre uma partida e outra, um conjunto de emoções. Amor, carinho, raiva, alegria, tristeza, são sentimentos que o futebol causa em um torcedor, atleta e treinador. E o árbitro ali, frio, balanceador, um elo perdido no meio da multidão. Não é fácil, viver neste mundo hostil, onde todo mundo te julga, mais ninguém gostaria de ser você. Onde todos, te cobram a regra, mas ninguém te dá segurança, para aplica lá. Falar, questionar, explicar uma aplicação de falta, todos querem, mas entender a regra, e ser Árbitro, são poucos que tem está coragem.
O Árbitro tem que ser calculista, psicólogo, educador, neutro, pensador e ter sempre autonomia. Os momentos mais sinistros para quem apita uma partida de futebol são quando temos que anular um gol, marcar um pênalti e aplicar um cartão vermelho. Neste três momentos vem a pressão sobre o Árbitro, estoura as emoções dos envolvidos e as vezes some a razão. Na assistência não é diferente: acompanhar um lance, não ter medo de “levantar a bandeira” e assinalar aquilo que, de acordo com as regras que tem precisão, tem plena convicção... e tantas outras coisas!


A arbitragem é complexa!
Com tantos porque, ficamos se perguntando, quando devemos puxar um cartão vermelho? Sempre que a regra exige, mas observando a leitura de jogo. Tem vezes que devemos aplicar o “Red card” no ato, mas às vezes, devemos esperar o clima pesado passar para mostrar. Na minha opinião, jamais vire árbitro de UFC, e tente parar uma briga, porque pode acabar sobrando para você. O árbitro nesta hora, tem que estar concentrado, e olhando o que vai acontecer, para no final, acabar punindo todos os infratores. Temos o momento para falar, ficar quieto, escutar e as vezes se fazer de surdo. Não é porque você não deu a última palavra, ou você se fez de surdo, que você é fraco. Lembre-se: "Arbitrar é a arte de pensar."

Respire, delete, continue no jogo concentrado que tudo tem a hora certa.
Vocês acham que só na várzea é assim, mas no profissional o árbitro, tem que se fazer de mudo e surdo também. O juiz (como somos chamados) tem que ter um psicológico muito preparado para enfrentar está tormenta. É um contra todos e todos contra um. Seja esperto e não o herói, pois na vida real, o herói no final, sempre acaba se dando mal. Repito, seja educado, mostre sua maestria, autonomia em campo, que você tem autocontrole, sobre todas as situações. Empurrar, gritar, dar chilique, mostra falta de autocontrole, e às vezes faz ainda, esquentar a situação. Deixo para vocês, um pouco da minha opinião, pois sei que não é fácil.
Eu não sou o melhor árbitro do meu Estado, e quem me dera da minha região, mas essa é a minha arte de pensar:
" Com respeito, humildade e autonomia vou carregando meu apito, nestes gramados com alegria."

De: Jhefferson Rodrigues.

E agora: De quem é a Culpa?


Ano após ano, temporada após temporada, competição após competição, derrota após derrota. A pergunta perdura: de quem é a culpa? É sempre o que fazemos quando as coisas começam a dar errado, procuramos um alguém para apontar o dedo. E a lista de possíveis culpados deste terrível crime que é a má campanha, é grande.
A direção? Bom, certamente que o torcedor se revolta quando vaza uma lista digamos que bem grande de jogadores com dividas trabalhistas, incluindo de muitos anos atrás. Isto enquanto o dinheiro entra, mas ele vai para onde? Não sabemos, boa pergunta. Os esclarecimentos, as prestações de conta, não nos mostram grande coisa. Vamos novamente buscar jogadores de idade avançada e de times rebaixados.
Os jogadores em campo? Sempre tem aquele que parece que está se arrastando, a culpa é dele. Ou aquele que até se esforça, mas o fato de ser ruim está no DNA e de nada adianta. A culpa pode ser deste também, grandes chances. Tem aquele lá na frente que até é bom mas a bola não chega porque o meio é ineficiente.
E o técnico? Bom, este tem sido nosso salvador nos últimos anos, mas agora vê que o esquema tático não está bem e cruza os braços diante disso. Coloca jogador em posicionamento errado, deixa alguém que podia acrescentar mais ao jogo no banco enquanto quem quebra uma louça continua em campo. Teimoso, estrategista, insistente. Já conhecemos tudo isso.
Onde quero chegar então? Não há apenas um fator. É uma soma de coisas, estas que precisamos olhar mais atentamente. No futebol nunca há apenas um culpado, mas certamente há um inocente. Melhor que isso, um que sofre todas as consequências. Um que gasta seu dinheiro, se decepciona, sofre corneta, aguenta o tranco. E adivinha só, vai estar lá de novo no jogo seguinte, não importando o que aconteça.
A questão é a seguinte: é chegada a hora deste pobre coitado, chamado torcedor, deixar de cruzar os braços e cobrar mais. A máxima é aquela antiga, mas que é sempre válida: técnicos, jogadores, dirigentes, presidentes entram e saem, mas o torcedor permanece. E aí que nós finalizamos a resposta da pergunta: não há apenas um culpado, mas existe alguém que deve fazer com que todos os suspeitos respondam pela falta de competência.



ALEXANDRE MARQUES -  EX-ARBITRO SAFERGS

Notícia na Mira: Estão abertas as Inscrições para o II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina


            Na ultima semana de maio, divulgamos aqui no Blog algumas Informações úteis sobre esse Belíssimo Evento promovido pela AEBA – Associação de Árbitros do estado da Bahia, contando com apoio e organização da DG Assessoria e Eventos.
            Notícia na Mira: Vem ai o II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina - http://blogalemdoapito.blogspot.com/2019/05/noticia-na-mira-vem-ai-o-ii-simposio.html



            No post de hoje, vamos falar diretamente sobre as Inscrições do Evento, bem como lhe orientar da melhor forma, como realizar a inscrição nesse.
            Lembrando que: As Inscrições são Gratuitas e destinadas ao Público Feminino, conforme folder do Evento:



ORIENTAÇÕES GERAIS PARA INSCRIÇÃO NO II SIMPÓSIO NACIONAL DE ARBITRAGEM FEMININA

Como se inscrever no Simpósio?
          Inicialmente, a participante deve ter acesso a plataforma Sympla no endereço: https://www.sympla.com.br/

          Para quem não possui cadastro na plataforma:
          Inicialmente deve acessar o endereço mencionado acima e clicar em Criar conta e preencher o formulário do sistema. Após o cadastro, se logar nesse para dar prosseguimento a inscrição.

          Para quem possui cadastro na plataforma:
          Efetuar o Login e dar nesse para dar prosseguimento a inscrição.

          Após login realizado:
          Pesquisar no campo de pesquisa “simpósio feminino” ou diretamente no link de cadastro: https://www.sympla.com.br/ii-simposio-nacional-de-arbitragem-feminina__485032
            Ali a participante terá acesso ao ingresso único feminino e deverá preencher completamente o formulário de inscrição, aceitando os termos e finalizar a inscrição.
  Maiores dúvidas estamos a disposição através do e-mail simposioarbitragemfeminina@gmail.com ou através do whats 51 98138-8128.

Links Recomendados