Opinião do Apito: Uma Crônica Reflexiva - E se todos os Árbitros resolvessem parar de Apitar?


            Já pensou se todos os árbitros resolvessem de na atuar mais? Como seria o futebol? Como seria o Esporte? Você já parou e pensou nisso?
            Vamos lá então. Imaginem:
            Estamos hoje aqui, completando um mês que não temos mais o que comentar, apavorados por não sair mais nenhuma rodada de futebol no mundo todo. Tentamos fazer os jogos sair, mas todos deram confusão e não conseguimos chegar até os 90 min.
             O mundo do futebol está um caus e tudo que o futebol construiu, está desmoronando abaixo. Pedimos por isso, esquecemos a verdadeira essência do futebol. Esquecemos o respeito entre todos nós e alegria dos pés.
            Na Inglaterra, só deu confusão, tentaram o pediu paro, mas não era aceito quando pedido e os dois times brigaram. A torcida invadiu o campo e foi uma grande violência para todo lado. No Brasil, colocaram um torcedor de cada lado para tocar a partida, e foi só coração, paixão e vibrações em campo. Dez minutos de jogo, foi o que  tivemos de jogo. A briga começou, quando uma das equipes marcou o gol e o outro anulou o gol, dizendo que estava impedido.
            Como ninguém sabia operar o VAR, o jogo acabou com os dois juízes torcedores, se agarrando no pau, equipes e uma grande batalha se formou em torno do Estádio.
            Acabamos com o futebol, não respeitando os “juízes” de futebol. Agredimos todos eles, com palavras, gestos e pior com socos e pontapés. Por causa de não aceitarmos, suas decisões e marcações em campo.
            Somos azul ou vermelho, mas eles, os árbitros, são os únicos que sabiam fazer essa balança no futebol. Pierluigi Collina já dizia, que se o futebol não é perfeito, então porque nós Árbitros, deveríamos ser?
            Com eles, temos polêmicas, sem os árbitros, pior ainda. O futebol não anda. Jogos não terminam e perdemos a balança do jogo.
            Por favor, árbitros de todo mundo, voltem a apitar, o futebol sem vocês não é nada.
            Já peguei o livro de regras, duas ou três vezes e agora já vi que é complicado. Me perdoe, perdoe o mundo, onde nós, não percebemos o quanto difícil ser um mediador de conflitos. Sempre achei que a essência de um jogo de futebol, eram os craques, mas agora sei, que a essência para que tudo ocorra bem e saber aplicar as regras. Sem arbitragem não existe futebol, compreendemos suas passeatas, objeções e exclamação por respeito. Entendemos que vocês não reclamaram de xingamentos e cobranças, mas sim por causa das agressões. Hoje, através de todos neste canal, peço desculpas por todas as agressões e o mundo aprendeu que todos nós somos imperfeitos. Eu, zagueiro, meia, atacante e o goleiro também erram, por isso venho pedir o seu perdão arbitragem, por nossos erros.
            Voltem apitar, pela paixão, amor e a vibração de todos no mundo. Obrigado por sua atenção!!!



            Entendam como quiserem, principalmente da essência desse texto, porém nunca deixem de cuidar de todos, que fazem deste esporte, o melhor do Planeta.

De: Jhefferson Rodrigues.

          Além disso, não poderíamos deixar de lado essa frase muito conhecida no âmbito esportivo, créditos de Frankliney Carvalho:



11 de Setembro - Dia do Árbitro Esportivo

Como de Praxe e com muito Orgulho, pois amamos o que fazemos, todos os Anos não poderíamos deixar de Falarmos sobre o dia 11 de Setembro – Dia do Árbitro Esportivo.
Árbitros e Árbitras, sem distinções! Profissionais como em qualquer outra Profissão!
Vivemos em uma era onde ainda essa distinção de homem ou mulher impera. Quem é melhor? Quem é Pior? Pessoal, vamos acabar com isso! Estamos em pleno Século XXI!

Conceito: Árbitro (a) é o indivíduo responsável por fazer cumprir as regras, o regulamento e o espírito do jogo ou desporto ao qual estão submetidos e intervir sempre que necessário, quando uma regra é violada ou algo incomum ocorre.
O dia 11 de setembro é consagrado para homenagear a categoria da Arbitragem Esportiva.  O “Dia do Árbitro Esportivo” está regulamentado na Lei Nº 14.485, de 19 de julho de 2007, válida para o calendário de eventos da cidade de São Paulo.
No Brasil, foi Regulamentada a Profissão pela Presidente da Republica, em 10 de outubro de 2013. Embora anteriormente não existisse registro de uma Lei mais abrangente, o fato é que o 11 de setembro acabou se tornando a data oficial do árbitro no Brasil.




 Dessa forma, em nome de todos os colunistas do Blog Além do Apito, realizamos esse post e queremos parabenizar todos os profissionais da Arbitragem Esportiva, do Brasil e de todo o Mundo. Vocês são peças fundamentais no esporte e sem vocês, muitas coisas não existiriam.
Arbitragem é muito mais do que saber leis e regras. Arbitragem é ser um mediador, uma peça chave, ou melhor, alguém que não está ali para apontar e ser apontado, no que está certo ou errado, mas sim para gerenciar a conduta de todos em meio aos espetáculos e, assim que visualizado infrações, penaliza-los por essa. É meio louco, mas esse é o processo!
Conforme mencionamos em 2018 e voltamos a mencionar:
Continuem sempre lutando em prol de seus objetivos e muita coragem para trabalhar. Jamais Baixem a cabeça para Algo. Errar é Humano! Muita paciência para pensar, humildade para aperfeiçoar, sabedoria para interpretar com imparcialidade as regras como um todo e agir, segurança, firmeza e honestidade para aplicar as aplicá-las, ser forte no ato de julgar, servindo com amor e alegria, em respeito ao espírito do jogo, seja qual for a sua modalidade esportiva.

São votos de Sucesso a todos os Árbitros.
Da Equipe do Blog Além do Apito!

Nota de Pesar: Arbitragem Gaúcha e Brasileira de Luto pelo Falecimento do Ex-Árbitro de Futebol e Ex-Presidente do Safergs - Ciro Camargo


            Faleceu no na tarde de Hoje (02/09/2019), no Rio Grande do Sul, o respeitado ex-presidente do SAFERGS - Sindicato dos Árbitros do Estado do Rio Grande do Sul, o Sr Ciro Camargo.
            Como mencionou Salmo Valentim em sua nota através da ANAF, em sua publicação na página Oficial do Facebook, onde façamos delas as nossas palavras “Entre as personalidades mais importantes da linguagem sindical no Brasil, Ciro deixa como legado a força que durante anos norteou a sua postura de homem digno, sério, correto e amigo. Sem dúvidas, uma perda irreparável para a categoria por tudo que ele representa para o futebol nacional”.
            O Ex-árbitro do Safergs, Colunista do Blog Além do Apito e  parceiro de Ciro, lamenta muito pela sua morte, onde relembra “Fizemos vários jogos na Safergs pelo interior do RS!  Meus sentimentos aos Familiares”.
            Nosso colunista Jhefferson Rodrigues, também árbitro de futebol formado pelo Safergs, lamenta muito a perca desse profissional. “Sou de uma geração mais recente e infelizmente não o conheci pessoalmente. Sei do legado que deixou na Instituição e deixará suas marcas na História do Sindicato. Deixo Aqui meus pesares a todos os Familiares e Muita Força nesse momento Triste. Ciro: Muita Luz e fique em paz, na companhia do pai Celestial”.
            Nossa Colunista e Idealizadora do Blog, Liziane da Silva, relembra as vezes que Ciro conversou com a mesma via whatsapp: As vezes que conversamos (umas 4 ou 5), muito atencioso, cordial e  objetivo, nos ideais que defendia no que se refere a arbitragem. Inclusive foi um dos primeiros nomes que acreditaram e auxiliaram a DBAF – Divisão de Base de Árbitros de Futebol com materiais para seu projeto de inclusão Social que Iniciou na Bahia e que vem crescendo a cada dia, quando poucos acreditavam ou torciam que esse desse errado. É uma grande perca para a Arbitragem Nacional, seu nome ficará sempre na História, onde deixou o seu legado! Acredito que temos uma missão aqui na terra e Ciro cumpriu a rigor a dele e está ao lado do Pai celestial. Muita força a Família e Amigos. Que Deus conforte seus corações.

Sem mais...
Equipe do Blog Além do Apito

Resultado de imagem para nota de pesar



Links Recomendados