Opinião do Apito: Vamos falar de VAR - Árbitro De Vídeo


Em 1890, quando surgiu o Árbitro por meio da regra, ate 2017, tivemos em campo sempre somente uma decisão: A do Árbitro Central, com Grandes nomes Nacionais e Internacionais.
Sempre Arbitragem deixou algumas duvidas de lances marcados na partida. Mas a polemica sempre soou na tv, rádios e torcedores e que se foi ou não foi Pênalti.
Pênalti! Porque tão difícil marcá-lo?

Você sabia que quando não existia Arbitro de futebol você gritava (parou, parou, parou) e o adversário parava a jogada e dava a bola para outra equipe deixando a equipe cobrar a infração?
Algumas vezes existia uma discórdia sobre a parada da jogada, mas mesmo assim a bola era dada ao adversário.

Os anos foram passando o senso comum foi sumindo e o Arbitro foi complementado ao futebol para fazer as regras do jogo a serem seguidas.
O senso comum sumiu tanto que a Fifa foi obrigado a fazer o troféu Fair Play (modo leal de agir) e quando acontece vira o mundo como se fosse uma fênix ressurgindo das cinzas.
Sei que tem um tom de deboche em minha frase a cima, mas não é. Com o decorrer dos anos apreendemos cada vez mais que ganhar é o mais importante de tudo não importa como.
O Arbitro é um contra milhões. O Arbitro é um “ET” ou um robô.
Ah, você ri né?!
Mas quantas vezes "Você Arbitro" não julgou um Arbitro quando ele estava apitando e no mínimo falou (Só pode estar louco! Ou que você esta fazendo! Não foi falta!)
Então?
Não é um contra um milhão?!
Mesmo você sendo Arbitro você tem Seu ponto de vista.
Então eu te digo e afirmo não será o VAR que irá fazer isso mudar, porque seu ponto de vista ninguém muda.
O VAR, até agora é um avião 14 bits em um mundo que já andamos de Jato.




O que eu quero dizer com isso?
Muita tecnologia para pouco preparo.
Não! Mas, pera!
1º - A tecnologia está show;(ok)
2º - Ele é somente um recurso de visualização; (Ok)
3º - E a decisão é sempre do Arbitro principal (??)
(Epaaaaaa) como dizia o personagem de Vera Verão. (Risos)

Eu não sei vocês, mas eu reparei o seguinte: toda vez que o Arbitro de vídeo é acionado o Arbitro vai junto com o VAR.
Vejamos as situações:
·         O VAR chamou porque achou que tinha que dar outra cor de cartão. (O Arbitro vai lá e muda o cartão).
·         O VAR chamou porque viu um suposto pênalti (O Arbitro vai lá e marca o Pênalti)
A questão é se é uma marcação certa, ele acerta, mais se não é ele erra.

Parece que ele perdeu a opinião própria dele. Se o VAR chamou é porque ele errou em alguma coisa, então a opinião dele está errada?
Bote em sua cabeça:
_"Nem sempre meu amigo"

Você é você! Tem que ser sempre o Arbitro principal da partida. E não o VAR! Ele é um auxilio e você deve consulta-lo. Mas a ultima opinião tem que ser sua, porque se deixar sempre para o VAR a decisão. Colocamos qualquer um apitar e deixamos o Pierluigi Collina no VAR.


Opinião de: Árbitro Jhefferson Rodrigues – Árbitro de Campo, Fut7 e Futsal no Rio Grande do Sul.
WhatsApp: (51) 99635-5179 - Todos direitos reservados.



Feliz 2019 a Todos(as) os(as) Amigos(as), Leitores(as), Seguidores(as) e Demais que Apreciam o Trabalho deste Blog


Tanto na Arbitragem de Futebol, como nas demais modalidades existentes, como Futsal, Fut7, Beach Soccer, Voleibol, Basquetebol, e por ai vai, sempre se tem desejos e perspectivas a cada ano, principalmente no que se refere a mudanças. Sempre se espera que essas mudanças sejam para melhor.
Cada árbitro (a) tem uma maneira de pensar, agir, interpretar, ter um posicionamento sobre tais regras, regulamentos e outras normas que lhe é apresentado. Cada um dentro do seu senso comum age de uma forma que acha a mais adequada, bem como tem um posicionamento do que é bom ou não é.
Como sabemos, as regras são universais, dentro de sua modalidade esportiva. Aqui ou na Ásia, na Europa, na Oceania, ou qualquer outro continente elas são as mesmas, adequadas com cada realidade. Para isso, as mesmas devem ser aplicadas corretamente, da melhor forma possível sempre.
Cabe às autoridades esportivas debaterem, dentro do seu esporte, e decidirem as melhorias para estas, sempre da melhor forma. 
Mas bem, Nada disso é Novidade!

Vamos falar em 2019!
O que nós da Equipe do Blog Além do Apito temos a Pontuar?




Desejamos serenidade a todos (as) os Árbitros(as), não importando a sua modalidade ou esporte em que atuam.
Não deixem de se qualificar, reciclar, e buscar seu melhor rendimento e forma sempre.
Se vocês estão ai, chegaram a tal nível ou estão começando, lutem e busquem sempre evoluir. Não deixem de tirar dúvidas, conversar com pessoas e realizar networking. Não deixem de trabalhar.
Trabalhe seus pilares (Físico, Técnico, Social e Mental). Isso é muito Importante.
Reclamar às vezes é necessário, mas não é imprescindível. Aprenda ouvir, aprenda agir, aprenda exercitar seu conhecimento.

Esperamos que as diferenças sejam respeitadas, seja no quesito físico, étnico, moral, sexual.. que a Arbitragem Feminina e a Arbitragem Masculina deixe de ser tratada de Forma diferente... seja Tratada Apenas como Arbitragem (cada uma dentro de seu esporte).
Guerreiros lutaram até hoje e você está ai é devido a frutos desse esforço acumulado até hoje, somados ao seu esforço!
Oportunidades virão, mas tudo depende de você.

Agradecemos a todos(as) nossos Amigos e Leitores por estarem junto conosco e que serão mais 365 dias de conteúdos novos e com fundamento. Ressaltamos que estaremos repletos de Novidades.


Desejamos a Todos (as) um Feliz 2019 Repleto de Luz, Realizações e Conquistas.
Conte com a Gente!

São Votos da Equipe do Blog Além do Apito, em nome de todos os Colunistas e Idealizadores!

O que se espera para a Arbitragem e o Futebol em si, seja na várzea ou no profissional, para 2019?

            Estamos nas últimas semanas do ano de 2018 e nós da Equipe do Blog Além do Apito não poderíamos deixar de pesquisar sobre desejos de pessoas e profissionais do esporte visando o ano de 2019. Para que possamos alcançar tais desejos, além de traçá-los, temos que trabalhar em cima deles, buscar melhorias e colaborar. Reclamar apenas não adianta.
            Espera-se que, em um ano muito tenso, principalmente para a arbitragem no futebol amador, onde tivemos os maiores índices de agressões e desrespeito a profissionais, que árbitros sejam mais respeitados e também que tenham mais apoio para que possam exercer essa profissão com amor e orgulho ser árbitro de futebol.

            Realizamos  uma pequena pesquisa nas redes com a seguinte pergunta: 
O que se espera para a Arbitragem e o Futebol em si, seja na várzea ou no profissional, para 2019?

            Dentre as principais respostas obtidas que possam nos trazer uma reflexão e abrilhantar nossos pensamentos, temos:
            Espera-se que o pessoal em si no esporte tenha mais amor pelo próximo e entenda que no esporte um vence e outro perde e nada disso pode gerar violência ou achar culpados. E que puxar um CARTÃO não é nenhum final de mundo mais sim parte de uma das regras do futebol (Árbitro Jhefferson Rodrigues da Silva – Árbitro de Futsal, Fut7 e Futebol de Campo – Estado do Rio Grande do Sul - BR).
            Espero que sejamos mais valorizados e que possamos ser mais atuantes nas decisões que envolvem nossa arbitragem como, por exemplo, regulamento de competições. Que nossos dirigentes tenham cautela nas punições dos árbitros quando os mesmos erram. Somos humanos e passivos a erros.!!! É que nós como árbitros sejamos mais Unidos e compromissados com aquilo que nos amamos, que no caso é a Arbitragem. (Isaac Araujo – Árbitro de Futsal e Futebol de Campo de Belém do Pará – BR).
            Que sejam menos deficientes e fundamentalmente a compreensão dos jogadores, haja vista muitos erros de arbitragem ser provocados por atletas que tencionam nas partidas quando deveriam jogar e os dirigentes não imputarem a culpa nos árbitros dos insucessos de seus clubes (Herculano Spadaro – Comentarista Esportivo no Rio Grande Do Sul - BR).
            Não podemos deixar de falar que precisamos dar mais espaços, quebrar barreiras e preconceitos, apoiar mais o futebol feminino e incentivar cada dia mais mulheres a atuarem no apito e ou como assistentes, e ter coerência e lutar por igualdade pra todos.

            Como podemos ver, nas manifestações, não há nada de absurdo nos desejos e visão de cada um que se posicionou. Que possamos ter mais amor ao próximo e que cada um de nós, tenha sabedoria nas escolhas, sejam atletas, dirigentes, árbitros, torcedores ou demais envolvidos que possam ter.

            O esporte deve ser entendido e tratado como um fenômeno social e político, capaz de influenciar o conjunto de transformações culturais de uma sociedade. Rico nas suas relações ativas e dinâmicas do grupo social ele é a representação viva das manifestações de ludicidade e criatividade do movimento de um povo. Produz e  reproduz a identidade cultural, contribuindo de forma decisiva nos processos de mudança social, formação educacional e de consolidação desta identidade (Maria Rita Bruel).

            Que o esporte em sai não seja uma guerra, que não seja uma luta por dinheiro, que não seja uma batalha que jorre sangue, que não se excluam pessoas, principalmente mulheres, que não seja um campo de batalhas. Que o esporte seja muito mais que uma fonte de renda, que seja uma maneira de se ter competições  saudáveis, sem influencias externas ou por agentes que atuam, que  seja um meio de incentivo a inclusão social, oportunizar jovens e adultos que buscam espaços, que lutam por algo atrás de um sonho ou paixão, não importando a categoria ou modalidade.

            Logo, pedimos que você, amigo (a) leitor (a) não somente leia esse texto completo (como deve ter feito) e sim pare para refletir e veja a melhor forma de agir, não só respondendo para si mesmo “O que você espera para a Arbitragem e o Futebol em si, seja na várzea ou no profissional, para 2019?”, mas sim tomando posicionamento sobre tal tema e agindo ou buscar melhorias para um  2019 melhor.

            Nós colaboramos sempre para plantar as sementes, mas depende de cada um de nós que essa semente seja cuidada e germinada da melhor forma, para que no futuro possamos colher os melhores Frutos. Pense nisso!



Maria Rita Bruel - Função Social do Esporte. Disponível em:

Notícia na Mira: Arbitragem Clube da Várzea SP e uma Paixão que vai além de um simples sapato de salto alto - Arbitragem Feminina


            Hoje nós da Equipe do Blog Além do Apito vem trazer uma matéria refrente a Arbitragem Feminina: um amor, uma paixão pelos gramados além de um simples sapato de salto alto: Uma bola, Apito e Bandeira na Mão.
         Antes mesmo de apoiar fielmente a Segunda Edição do Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina que, ocorrerá em 2019 (data e local a marcar), Rafael Bentes, líder da Arbitragem Clube da Várzea de São Paulo, sempre teve um objetivo: escalar e oportunizar árbitras em jogos de competições cujos são de sua responsabilidade.
            Não foram uma, duas, nem três vezes que isso aconteceu e sim várias vezes. Arbitragem Clube da Várzea, representando sempre!
            Na data de hoje, não seria diferente: na 2ª Copa Arena Morro do Urubu, na cidade Tiradentes, Zonal Leste de São Paulo, um chamado “Quarteto Fantástico” (assim denominado por Rafael), composto pelas Árbitras Adriana, Zey, Sueli e Márcia (na foto abaixo), ficaram na responsabilidade, através de suas competências e talentos, a atuarem em uma sequencia de jogos, das 09 as 16hs (com devidos intervalos).


Na Foto: Árbitras Adriana, Zey, Sueli e Márcia



Escala de Jogos 2ª Copa Arena Morro do Urubu


             Parabenizamos Inicialmente as Meninas, por essa garra e talento, jamais desistindo de fazer o que amam, quebrando barreiras, suportando preconceitos que existem sim, não só na várzea, mas em todas as categorias.
            Na sequencia Parabenizamos Rafael Bentes e o Clube da Várzea, não só pela Parceria adotada, apoiando o II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina, mas sim pelo brilhante trabalho realizado no ramo da arbitragem e oportunizando sempre Árbitras e as Incentivando em seguir sempre em Frente!


          Mais informações referente ao II Simpósio Nacional de Arbitragem Feminina diretamente no site do Evento: https://arbitragemfeminina.wixsite.com/simposio2019
             Quer receber Informações atualizadas sobre o Evento? É simples, rápido e Fácil: Preencha a pesquisa no Link e fique por dentro de todas as novidades: https://goo.gl/forms/qVUJp0uMrHLIphQ12

Acompanhe no Facebook a Página Oficial do Evento: 


Notícia na Mira: Do Amor pela Arbitragem ao Sucesso de Grandes Finais na Zona Sul de São Paulo com o Mestre Eraldo Holanda e a Super Equipe Família


            Inicialmente, nós da Equipe do Blog Além do Apito, mais uma vez Parabenizamos essa Iniciativa e Apoiamos sempre o Futebol, Principalmente a Arbitragem que Atua no Futebol Amador, denominado também de Várzea. Um público um tanto desvalorizado, muitas vezes deixado de lado e esquecido. Somos diferentes!
            Ficamos um tanto surpresos quando conhecemos a história desse espetáculo, principalmente da história dessa família tão prestigiada e que temos enorme apreço pelo seu trabalho.

           Contatados pelo responsável da Arbitragem Clube da Várzea, Rafael Bentes, não poderíamos deixar de falar mais um pouco sobre esse maravilhoso evento, com show de atuações.


          Como divulgamos no Blog essa Semana, Hoje seria um dia pra lá de especial ao Clube da Várzea. Não somente finais, mas um Espetáculo que levaria ao campo um quarteto em Família para comandar os jogos de hoje, sendo eles: Eraldo Holanda, juntamente com seu filho Bruno Mascarenhas e seus sobrinhos Guilherme Holanda e Gustavo Holanda. 
            Um belo Domingo, campo lotado e ambiente favorável para Grandes Espetáculos. Assim foi a o dia de hoje, 25 de novembro de 2018, na Zona Sul de São Paulo, Bairro Parque Fernanda. Com belíssimas atuações, tanto pelo lado dos clubes, bem como da Arbitragem, a Copa CDC Parque Fernanda encerrou com chave de ouro com excelentes jogos, tendo como Resultados:

Disputa de 3º e 4º Lugares:
Resultado final: Águia do Valo Velho 2 X 1 Ilha Verde.

Grande fina (Disputa do 1º e 2º Lugares):
Resultado final: Magdalena 2 X 1 Grêmio,
sendo Magdalena a Grande Campeã desta Copa!!!
     


Equipe Vice campeã - Grêmio



            Não poderíamos deixar de ressaltar a Belíssima Atuação da Equipe de Arbitragem que, sempre segura, apta e confiante pelo que faz, foram coadjuvantes juntamente com as equipes nesses dois belíssimos espetáculos, sem influencias, sem polêmicas, mas sim com muita seriedade e amor pelo que faz.

            Rafael Bentes, muito feliz e emocionado com o grande sucesso desta Copa e do Clube da Várzea, com suas palavras “Dedico a minha finada esposa. Minha amiga chorei muito, pois queria que ela estivesse ao meu lado muito obrigado pela atenção que você vem me dando” (palavras do Rafael em contato com Liziane da Silva, Responsável por este Blog).
           Questionado sobre o que gostaria de Falar a Eraldo e esse trio maravilhoso que o acompanha, Rafael ressaltou:

“Gratidão Eraldo!!! Você está me ajudando muito nem sei o que dizer, sem palavras mesmo. Estou muito feliz em ter vocês ao meu lado, colaborando conosco e as portas sempre estarão abertas a você, a sua família, principalmente a esses jovens brilhantes que temos que oportunizar e valorizar. Mais uma vez, gratidão!! Que Deus lhes abençoe sempre, que lhes concedam muitas dádivas a essa maravilhosa família e muito sucesso sempre” (Rafael Bentes).

            Eraldo, em nome do Blog Além do Apito e seus Editores, Gostaríamos Publicamente de deixar aqui registrado que precisamos de mais pessoas como você, como a sua irmã Regildenia, como esses jovens que estão ai em sua família lado a lado honrando esse uniforme que vestem a cada atuação, que não é por acaso, e sim por Amor ao que fazem. Está no Sangue!
            Que Deus lhes acompanhe a cada dia, lhes concedendo mais e mais Vitórias e Sucesso em Suas Vidas, Suas Carreiras... Muitas Bênçãos a Essa família Espetacular.  Vocês merecem todo reconhecimento possível. Aos jovens: Jamais desistam dos seus sonhos, metas e Objetivos. Sigam os exemplos que vocês possuem, se dediquem que a vitória sempre vem. Tudo depende apenas de cada um de vocês.
Parabenizamos a todos os Envolvidos, atuantes e Presentes nesse Evento.

Como falamos no outro Post:
Respeito, Amor e Educação são Bases de um Grande Trabalho!

 Abaixo segue fotos desse Grandioso Evento.

 Quarteto de Arbitragem ( Bruno, Eraldo, Gustavo e Guilherme)

 Demais fotos:

Integração com as Equipes:

Disputa entre 3º e 4º Lugares 

Grande Final


                                     
 Show de Atuação da Equipe de Arbitragem







          Se você amigo(a) leitor(a) perdeu o post anterior que fala mais sobre esse evento, clique no Link abaixo e confira:
Notícia na Mira: Um Amor pelo Apito com a Família Holanda nos campos da Várzea de São Paulo - http://blogalemdoapito.blogspot.com/2018/11/noticia-na-mira-um-amor-pelo-apito-com.html

Notícia na Mira: Um Amor pelo Apito com a Família Holanda nos campos da Várzea de São Paulo


 Normalmente, se houve nas mídias falar em amor pelo esporte, pelo futebol, passando-se de geração para geração, porém é raro quando se fala e citam fatos direcionados à Arbitragem.
Nós da Equipe do Blog Além do Apito, estamos muitos Honrados em trazer aqui algo sobre essa realidade que existe sim na Arbitragem e é Pouco Divulgada.

Na Zona Sul de São Paulo, ocorrerá nesse final de semana, dia 25 de novembro de 2018, um Grande Espetáculo sobre responsabilidade da Arbitragem Clube da Várzea, mediando por Rafael Bentes, onde uma família estará em campo, mas não jogando e sim apitando e prestando assistência.
A Família Holanda é tradicional em revelar grandes craques do Apito, sendo uma delas, a Árbitra FIFA, Regildenia de Holanda Moura. Além disso, seu irmão Eraldo Holanda é um grande Árbitro destaque em atuação e competência no Estado de SP, despertando atenções das novas gerações da família, como filhos e sobrinhos.
Eraldo será uma das grandes Atrações para o Espetáculo Domingo, juntamente com seu filho Bruno Mascarenhas  e seus sobrinhos Guilherme Holanda e Gustavo Holanda, levados ao Bairro Parque Fernanda, para atuarem em uma grande competição.
Gustavo, Bruno e Guilherme atuarão arbitrando no Jogo que disputará os 3º e 4º lugares, entre Águia do Valo Velho X Ilha Verde, às 12hs, tendo Eraldo Holanda como 4º Árbitro.  Já às 13hs e 30 min, o espetáculo da Grande Final entre Magdalena X Grêmio, será sobre o comando de Eraldo, Bruno e Gustavo atuarão Arbitrando, tendo Guilherme como 4º Árbitro.
Dois grandes jogos, tendo uma grandiosa equipe em Família, uma raridade e exemplo a ser seguido, principalmente em campos de Futebol Amador, com alto nível e Rendimento intelectual, e em tempos de tanto ódio e confusões acontecendo.

Respeito, Amor e Educação são Bases de um Grande Trabalho!


Nós da equipe do Blog Além do Apito parabenizamos Arbitragem Clube da Várzea por levar aos campos excelentes profissionais, incentivando sempre quem está iniciando e oportunizando o desenvolvimento de novos e grandiosos Talentos.
Parabenizamos também a Família Holanda por essa Tradição e Ficamos muito felizes em ver esse amor pelo Apito e pelos Campos se passando de Geração por Geração. Que nunca pare por aí e sirva de exemplo aos demais!

Convidamos a todos(as) que puderem, prestigiem esse Evento!

Um alerta no Ramo da Arbitragem - Precisamos repensar o modelo para evitar casos de Agressões e Violência


Estamos vivenciando uma fase muito dramática para a arbitragem, principalmente voltada ao futebol amador. Muitos casos de agressões estão ocorrendo repentinamente e estamos preocupados com tal situação, bem como buscando entender as causas e principais causadores.
Muitos atletas, equipes, torcedores, comissões e outras pessoas envolvidas, muitas vezes desconhecem a regra atualizada do jogo, tenta ganhar lances e situações no grito e, causam tais situações, onde na maioria as mesmas precisam ser punidas, seja com CA ou CV, e o que acontece? Partem para o braço, para a agressão. Torcidas invadem campos, não respeitando ninguém!
Além disso, temos outras situações:
Árbitros com pouca experiência, pouco preparados para apitar certas partidas, por algum motivo vão lá e tomam certas decisões, sejam elas acertadas ou erradas,  não suportam o calor da situação, e jogadores e outros com certa catimba e maldade, geram confusões e está feito o estrago.
Outra situação que queremos citar é a baixa valorização profissional, tanto pelo lado de contratantes, como de quem está sendo contratado.
Como assim? Vamos Lá!
Órgãos e empresas contratantes pagam pouco e tem pouco retorno em quesito qualidade em seus eventos. Isso é uma lógica viável de acordo com a situação.
Diante do exposto, há outra situação que influencia no citado acima: árbitros ou empresas de eventos esportivos contratados se “humilham” diante de as oferta de recebimento de taxas e honorários, ou seja, em vez de fazer um projeto e argumentar no porque se investir em eventos esportivos, se valorizar e garantir uma maior qualidade no evento prefere ganhar pouco para não perder o mesmo que lhe é oferecido e geram algumas situações. Dentre essas situações citamos: como taxas baixíssimas aos árbitros atuantes, menos pessoas envolvidas acarretando acumulo de jogos e funções aos árbitros, baixo investimento em segurança, e por ai vai.
A escassez de recursos, indiretamente reduz investimentos em equipes, segurança, lugar adequado para realização de partidas e tantas coisas acabam sendo prejudicados.
Precisamos de uma maior valorização da categoria, mas esses também tem que se valorizar e aprender a dizer não quando necessário. Essa fome por dinheiro não está fazendo bem. Faz bem quando está na medida certa, mas não quando está escasso.
Isso se relaciona também com a baixa infraestrutura e qualificação de atletas e outros envolvidos despreparados, que aproveitam de tal situação para se “vingar por algo” que não concordam ou sem motivo, consequentemente causando tumultos. Esses tumultos geram um ciclo e esse ciclo geram fatos, que são CASOS DE AGRESSÕES.

Nas categorias acima do amador, a realidade é um pouco melhor por mais investimento, mas não são nulos os casos. As entidades e órgãos responsáveis estão sempre trabalhando sobre os casos, provavelmente com prevenção e capacitação a todos envolvidos.

Dessa forma, gostaríamos muito que todos repensassem sobre os fatos ocorridos e as ações tomadas para minimizar ao máximo esses fatos no país. Já está virando rotina e precisamos nos unir cada vez mais.
Não deixaremos de parabenizar quem trabalha e dá Show em Prevenção e valoriza não a si só, mas aqueles que trabalham em prol de suas equipes. E quem trabalha nessas equipes e valoriza quem lhe dá Oportunidades.
Aos demais, repensem seus velhos modelos e ainda dá tempo de mudar. Tudo depende da nossa União (da categoria) e Pensar sempre no Próximo.

Respeitamos a todos (as) os envolvidos no Esporte, na arbitragem, às Instituições competentes. Há sempre as que são destaques e trabalham sempre em Prol de Todos, mas não podemos deixar de falar das situações adversas, causadas por alguns que estão no meio, a fim de buscar o melhor sempre.
Nossa Solidariedade sempre aos que sofrem com esses casos de Agressões e outras Atitudes que não condizem com a Ética, Fair Play e Moralidade.



Links Recomendados